segunda-feira, 2 de julho de 2012

índice



há uma diferença gritante
entre o objeto e a sombra
apesar de ambos marcarem o chão
somente o primeiro sai de si 
se revolta e diz que não
agora quero já outro caminho
e ninguém vai me seguir
tanto faz tanto fez se sol ou chuva
se me ama ou me larga numa curva
e logo diz que o ar é rarefeito
e me diz frases de efeito
compara o céu à terra
a paz à guerra a pomba ao maremoto
e como um homem devoto
põe o terço e faz a cruz em água-benta
veste com cuidado sua jaqueta
embala na moto e diz até mais ver
e eu fico a contemplar algo que assombra
(oh meu deus 
há uma diferença gritante
entre o objeto e a sombra)...

Um comentário:

Betina M. disse...

Faz muito sentido, de fato.