segunda-feira, 14 de junho de 2010

Hoje é dia de links (importantes)

Hoje eu não escrevo, só quero que invista uns minutos nesse vídeo:





e nesse link:

Reforma revê direitos autorais clique aqui e divulgue pela amor


e relaxa (refletindo) com a música



e para que tu chegue até aqui, eu coloco prosa-poesia:

ainda que dentro de mim
as águas apodreçam e se
encham de lama e ventos
ocasionais depositem pei-
xes mortos pelas margens
e todos os avisos se façam
presentes e nas asas das bor-
boletas e nas folhas dos
plátanos que devem estar 
perdendo as folhas lá bem
ao sul e ainda que você me
sacuda e diga que me ama
e que precisa de mim: ain-
da assim não sentirei o
cheiro podre das águas e 
meus pés não se sujarão na
lama e meus olhos não ve-
rão as carcaças entreaber-
tas em vermes nas margens
ainda assim eu matarei
as borboletas e cuspirei
nas folhas amareladas dos
plátanos e afastarei você
com o gesto mais duro que
conseguir e direi duramente-
te que seu amor não me
toca nem comove e que
sua precisão de mim não
passa de fome e que você
me devoraria como eu de-
voraria você ah se ousás-
semos. 

(Mas apenas e antigamente
guirlandas sobre o poço,
Ovelhas Negras, 
Caio Fernando Abreu)

2 comentários:

Érica disse...

Adorei a música e t eu blog inteiro é muito legal. Parabêns.

Gostei da convergência que rola.

Ah, adoro tua terra também.

Beijos

sarah disse...

ainda sim, acreditei nas tuas palavras de Caio F.

uma boa semana !