sexta-feira, 19 de março de 2010

Resgate



Cego para te ver
surdo para te ouvir
(eu) mudo para me comunicar
morto para te satisfazer.






*Essa poesia é bem velha, mas me deu vontade de colocar aqui de novo.

6 comentários:

Marcelo Mayer disse...

o ab(surdo) não h(ouve)

Ana Karenina disse...

Isto é simples, bonito e fácil de entender, assim como todo verso, poema e poesia deveria ser.

Ah esqueci de me apresentar, vi vc na caixa de comentários do blog do fabricio carpinejar daí vim cair aqui, rs

Um abraço :)

Dandara disse...

alma muda.

Charlie B. disse...

Desejo evidente, será que foi realizado?

Charlie B.

Brenda Matos disse...

Perca de sentidos.

Lindo, Marcel.
Beijos :*

D i c a disse...

Tão poetico!