terça-feira, 14 de setembro de 2010

Porém e outros poemas

 Talvez se

A gente é um ser infeliz
Essa coisa de dizer que sente
Uma energia, uma coisa dentro
A gente mente e faz de conta
Que ouve o outro mas na verdade
Ouve o próprio corpo
O som percorrendo os ossos e
Voltando para si.

Humano é o ser mais egoísta que vai existir por aí.

Porém

às vezes penso que hoje mesmo
é a hora da minha hora
porém eu sonho e oh, meu deus,
é tão amanhã

Que todo mundo sabe

Alabama é uma palavra engraçada
Lembra lhama aquele
Bicho que todo mundo sabe que existe
Mas ninguém viu

Como teu filho, aquele que amanhã há de nascer.

4 comentários:

Luna disse...

'porém eu sonho e oh, meu deus,
é tão amanhã'

gostei demais da poética.

dear sarah disse...

a gente mente, não importa o que tem em mente.

Dandara disse...

é tão amanhã
a vida que eu espero acontecer

Lari'Lissa Aisha disse...

Sou fã do seu blog a muito tempo...
Ain.. o porém... é sempre uma virgula do interlocutor, pod ser liga ou engolida... " é a hora da minha hora" amei.
=*