domingo, 19 de dezembro de 2010

Feliz em um ônibus lotado

Eu nutro profunda fé na humanidade ao ver carros se jogando ao meio fio em uma avenida congestionada para dar passagem a uma ambulância com a sirene ligada.

Porque é como se um mar se abrisse para dar passagem à vida e é como se, no fundo, todos soubessem que há coisas mais importantes do que chegar o mais rápido possível ao seu compromisso. É como se no fundo soubessem que no momento o outro é mais importante do que si mesmo, e isso


impulsiona o meu mais íntimo, porque me lembra de que a indiferença e o egoísmo não são a pura essência do ser humano.

Um comentário:

mudaroimutavel disse...

Eles dão passagem porque a sirene enche o saco. Não se iluda com o ser humano, hein