quarta-feira, 10 de novembro de 2010

A primeira respiração após o coma

A primeira respiração após o coma
Não é suave
É longa
Como abocanhar uma maçã em uma dentada
Engolir o fogo que antevê a morte
E desejar sorte aos seus capangas
Que num tiro já explodem sua cabeça

O ar entra voando
Mas na garganta pesa (a consciência)
A virgem logo reza
E procura expiar os pecados que hão de acontecer
(Daqueles que já foram
Só lhe basta enternecer)

A primeira respiração após o coma
Acontece de maneira
Rápida
O doente sente o ar e toma
A devida precaução:
Nunca mais respirar
Da maneira como respirou em coma

2 comentários:

Laura M.S. disse...

meu veterano literário, orgulhinho! ^^
admiro a capacidade q tu tem de fazer boas comparações, se mostrar sensível e ao mesmo tempo reconhecer o tema sobre q trata. me lembrei do vídeo da mulher q foi ao programa do Jô e diz n comer mais, tu já viu? ela diz q, depois de mto tempo sem beber, qdo tu toma um gole d'água, tu sente o movimento dele passando por todo o corpo, deve ser fantástico.

Felicidade Clandestina. disse...

eu amei do inicio ao fim , e nao digo isso da boca pra fora , é tão cru , tão sensitivo . eu respirei por inteiro esse texto

:* beijos