sexta-feira, 23 de julho de 2010

Cachorros

Cachorros pensam,
Tentam não tentar.
Passam por querer. Cachorros
Ficam sem estar
Com sua presença.
Cachorros estão sem mesmo estar.

Chovia fraquinho fraquinho e nem guardachuva eu tinha, porém para que se proteger de uma chuva que só quer se fazer notar, dessas chuvas que molham sem molhar. Olhei para cima para ver a cor dos prédios e pisei numa laje solta, disse, agora to todo molhado, me abaixei para fazer uma barra na calça, e um cachorro a puxou com sua boca. Levei um susto, assim como o cachorro, que deu um grito de medo medo medo fiquei com medo mas ao ouvir o seu grito me senti mal e me abaixei, disse, own desculpa, amigo, e ele voltou para mim, acho que quis puxar a minha calça de novo, contudo não permiti, era um cachorro simpático porém com ele não tenho intimidade para ficar assim me tocando. Comecei a caminhar, e ele veio atrás, pensei, não não, agora é capaz de ele se magoar quando tiver que ir embora - será, será mesmo que ele se magoaria, pois nem sei, provavelmente não estivesse nem aí mas ainda penso que cachorros também pensam. Entrei no Mc Donald's, peguei uma casquinha e quando vi, o bicho estava sentado me esperando. Ou impressão minha, pensei. Pus a mover-me, e ele assim também o fez, seguindo meu lerdo passo. Parei no sinal vermelho e ele não: quase morreu, e, depois disso, foi-se embora. Tanto faz tanto fez: só sei que lembro de ler que não lembramos de quando éramos bebês porque não podíamos descrever as situações, seja com gestos ou falas: mas como cachorros lembram se também não se descrevem? E sabem que quando se pega a chave, é porque se vai abrir a porta, que quando se pega a coleira é porque se vai passear. Alguém me diz, por favor?

Alguém me diz, por favor
Por que cachorros também pensam
Por que cachorros
Não comigo falam? Por que
Eu falo com cachorros?

Alguém me diz, por favor,
Por que sabem que bebês não sabem
Que são bebês, mas não sabem
Se cachorros sabem ser cachorros?
Você entendeu? Por que
Sabem que bebês são bebês
E fazem coisas de bebês, mas cachorros
Não param de ser gatos? Digo, cachorros,
Não conseguem estar calados.

Alguém me diz, por favor, nem precisa
Ser em poesia.
Quero prosa,
Prosa-poesia, todo dia
Do café da manhã ao chá da tarde. Quero amor.
Amor de gente fina.
(Não de posses).

Amor de quem se torne
Poesia.

Um comentário:

Picles disse...

tão singular!
o cachoro também, mas mais ainda o ser cachorro